Como o Facebook conseguiu triplicar seus lucros em um ano?

Na comparação com o mesmo período do ano anterior, lucro de 1º trimestre de 2016 aumentou 195%; entre razões está aumento de receita com publicidade.

Resultado de imagem para facebook fatura

No cenário atual de cautela e apreensão entre as empresas de tecnologia, com a Apple registrando a primeira queda na sua receita em 13 anos e o Twitter decepcionando acionistas com seu desempenho aquém do esperado, o Facebook segue surpreendendo com resultados impressionantes.

Segundo o balanço do primeiro trimestre de 2016, a rede social aumentou seus lucros em 195%na comparação como mesmo período de 2015. Entre janeiro e março deste ano, a empresa lucrou US$ 1,51 bilhão; nos primeiros três meses do ano passado, foram US$ 512 milhões.

Mas como a companhia conseguiu esse notável resultado?  Uma das razões é que o Facebook está gerando mais receita com publicidade. Além de atrair novos anunciantes com novos produtos como o vídeo ao vivo, o Facebook incrementou a comercialização de serviços já existentes.

As vendas totais do Facebook em publicidade no primeiro trimestre de 2016 alcançaram US$ 5,2 bilhões – no mesmo período do ano passado foram US$ 3,5 bilhões. Mais de 80% da receita com publicidade em 2016 veio de anúncios em celulares. Em 2015, esse tipo de anúncio foi responsável por 73% da receita.

“Lembram quando os investidores estavam preocupados com a transição para os celulares? Bom, o Facebook registrou vendas de US$ 5,2 bilhões em publicidade no primeiro trimestre de 2016, das quais 82% foram relativos a usuários de celulares. Que ‘calcanhar de Aquiles’…”, afirmou, em tom irônico, Dave Lee, correspondente de Tecnologia da BBC.

O total de usuários ativos – que acessam o Facebook pelo menos uma vez por mês – aumentou 15% em comparação com o ano anterior, chegando a 1,65 bilhão e superando as expectativas dos analistas.

Cada usuário rendeu, em média, US$ 3,32 em 2016 – contra US$ 2,50 em 2015. Diante destes números, o valor das ações do Facebook subiu 9%.

Sem informações
Os analistas do setor de tecnologia esperavam que o relatório também trouxesse informações sobre as vendas do Oculus Rift, um dispositivo de realidade virtual lançado no fim do trimestre.

“Infelizmente o Facebook decidiu não compartilhar os números específicos sobre isto”, disse Dave Lee. Em uma conversa com investidores, o Facebook disse que tinha a intenção de continuar comprando outros negócios sempre e quando eles forem “onipresentes”.

O Facebook investiu em companhias como o Instagram, que comprou por US$ 1 bilhão em 2012. Mas é difícil para os investidores julgar o sucesso destas negociações, já que o Facebook não deu os detalhes dos lucros das empresas que comprou.

Novas ações?
O Facebook também fez a proposta de criar um novo tipo de ações que permitirá que o fundador empresa, Mark Zuckerberg, venda as suas sem perder o controle da companhia.

A empresa disse que esta medida “incentivará Zuckerberg a manter um papel ativo na liderança do Facebook”. Este anúncio da companhia foi feito quatro meses depois de Zuckerberg e sua esposa, Priscilla Chan, terem dito que doariam 99% de suas ações do Facebook.

Em uma carta dirigida a Max, a filha dos dois que nasceu em dezembro, o casal afirmou que doaria quase toda sua fortuna para a fundação Chan Zuckerberg Initiative para “desenvolver o potencial humano e promover a igualdade entre todos as crianças da próxima geração”.

Zuckerberg e Chan planejam fazer as doações à fundação durante toda a vida. Mas, segundo a estrutura atual das ações do Facebook, Zuckerberg não poderia fazer isso sem ceder o controle da companhia que construiu. Por isso veio a proposta de um novo tipo de ações.

Fonte: www.g1.globo.com

Share
Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *